html> Arquivos Uncategorized - Página 2 de 3 - Sistel Engenharia
Energia fotovoltaica: quais as vantagens?

Energia fotovoltaica: quais as vantagens?

O crescimento da tecnologia fotovoltaica no Brasil e no mundo vêm se tornando cada vez mais acentuado. Isso é devido à diminuição dos custos dos equipamentos e ao aumento da informação da população a respeito de fontes alternativas de energia.

As tarifas de energia no Brasil estão cada vez mais caras, nos últimos 20 anos a tarifa de energia elétrica aumentou 50% acima da inflação para energia residencial e 131% aplicado ao setor industrial. Os dados são do Instituto Ilumina e levou em consideração a correção da inflação desde 1995.

Quando observado a escalada das tarifas de energia no setor industrial, o aumento é ainda mais acentuado.

O estudo mostra ainda que a energia elétrica no Brasil é a quinta mais cara do mundo, atrás apenas da Dinamarca, Alemanha, Portugal e Irlanda. Esses países utilizam matrizes energéticas diversificadas. Se compararmos o Brasil com um país que usa a mesma matriz hidrelétrica, como o Canadá, por exemplo, teríamos uma energia duas vezes mais cara.

O estudo ainda traz outro dado interessante, a evolução das tarifas ao longo dos anos.

Uma vez que esse quadro de aumento das tarifas não tende a diminuir no curto prazo, a geração de energia fotovoltaica tem se mostrado uma alternativa com ótimo custo-benefício.

Cenário nacional de produção de energia

A composição da matriz elétrica brasileira é bem diversificado, como mostra esse estudo da EPE (Empresa de Pesquisa Energética)

Olhando para nossa matriz elétrica, podemos ver que o Brasil tem sua geração de energia baseada em fontes renováveis o que é ótimo para o país e para o meio ambiente, pois além de possuírem menores custos de operação, as usinas que geram energia a partir de fontes renováveis, em geral emitem bem menos gases de estufa.

Porém, nem tudo são flores, como a maior parte da energia gerada é proveniente de usinas hidrelétricas a nossa capacidade de geração de energia é ligada ao nível dos reservatórios, como o baixo volume de chuvas não tem dado tréguas, outra fonte de energia tem que ser acionada, a principal: usinas termelétricas que consomem diesel, gás natural ou carvão, que também sofreram ajuste em seus preços.

Sistema fotovoltaico

Diante dos sucessivos aumentos na tarifa de energia elétrica, as energias renováveis têm ganhado muito espaço como alternativa a energia que chega ela rede elétrica.

Vantagens

Energia Fotovoltaica, além de ser sustentável, também pode oferecer grandes benefícios para sua casa ou empresa. Afinal, é um recurso reutilizável e sem poluentes, com inúmeras vantagens tanto para o meio ambiente como para seu bolso. Confira as principais vantagens da energia solar para sua casa e economize!

  • Os painel fotovoltaico são instalados nos telhados, ou seja, não ocupa espaço desnecessário;
  • A energia fotovoltaica é limpa, não emite nenhum poluente;
  • Os painéis solares estão cada vez mais potentes e seu preço abaixa a cada ano, o que pode ser um ótimo investimento para sua empresa;
  • Os equipamentos que captam a energia solar são silenciosos, têm alta duração e não necessitam de manutenção constante;
  • Você consegue economizar bastante os gastos com eletricidade, água e gás;
  • É acessível em lugares remotos – como não é necessário um investimento muito alto em linhas de transmissão, os painéis solares conseguem beneficiar comunidades mais afastadas dos grandes centros urbanos.
  • Em países como o Brasil, que faz bastante sol em todo o país, pode ser um excelente investimento para sua casa ou empresa, pois é um recurso inesgotável.

Energia fotovoltaica é diferente de aquecimento solar?

Lembre-se que o uso de painel solar é diferente de aquecimento solar. Enquanto a energia solar é transformada em energia elétrica, o aquecedor solar transforma a energia do sol em água quente para chuveiros e piscinas.

A Sistel Engenharia pode ajudar você a economizar energia na sua casa ou empresa. Entre em contato conosco e saiba mais sobre energia fotovoltaica

Perspectiva para a energia fotovoltaica

Perspectiva para a energia fotovoltaica

Energia Fotovoltaica há 10 anos era completamente diferente do que é hoje no Brasil. A cada dia, torna-se mais viável a utilização de painéis solares e os sistemas caros do passado, que eram dedicados somente a áreas remotas, estão cada vez mais baratos e viáveis.

Mesmo para as aplicações off-grid, o mercado era muito escasso e os clientes limitavam-se às indústrias, como as plataformas de petróleo e as empresas de telecomunicação. Hoje, já é possível encontrar painéis solares distribuídos por muitas residências, prédios e empresas, e seu custo vem diminuindo com o passar dos anos.

A principal mudança foi em 2012, com a RN 482, que permitiu aos consumidores gerarem a própria energia. Sendo assim, esses fatores levantam a questão:

 como deverá estar a energia fotovoltaica nos próximos 10 anos?

Espera-se um crescimento no setor, já que o Brasil não explorou este mercado com afinco. No resto do mundo, o aumento do uso da energia solar vem acontecendo a um ritmo de até 50% ao ano e espera-se que nosso país, aos poucos, entre nesse ritmo de crescimento.

Mas o maior desafio de todos é o financiamento, já que a energia solar precisa de um investimento alto logo no início e seu retorno é em longo prazo, podendo demorar até 30 anos para os resultados começarem a aparecer. Uma solução seria reduzir a taxa de juros no Brasil; Outra seria que o governo adotasse mudanças que facilitam o uso deste tipo de energia.

De acordo com o Fabio Lopes, engenheiro elétrico e proprietário da Sistel uma das maiores empresas de energia fotovoltaica do Brasil, não existe desvantagens no investimento em energia solar, apenas a necessidade de inspeções preventivas e conservação. A sustentabilidade é a principal e maior vantagem. Aos poucos, o Brasil deve caminhar para esse tipo de energia, que cresce bastante a cada ano.

Energia solar: saiba o tempo para ter o retorno do investimento

Energia solar: saiba o tempo para ter o retorno do investimento

Com a grande seca que assola nosso país e o nível dos reservatórios cada vez mais baixos, a população vem se conscientizando de que outros tipos de energia são importantes e necessários. O Brasil é um país que faz sol o ano todo – e é por causa disso que 918 estabelecimentos no país já geram a própria energia, graças às placas solares.

Contudo, a energia solar corresponde a apenas 0,01% da matriz energética do país. Mas por qual motivo? É simples! O preço. Hoje, um dos maiores obstáculos ao avanço da energia solar fotovoltaica é seu alto valor. Como a maior parte dos equipamentos é importada, está sujeita às mudanças de câmbio.

Mas a boa notícia é que os preços dos equipamentos vêm caindo no mercado global, graças ao aumento de escala de produção e, dessa forma, de redução de custos. A China é um país que tem apostado no modelo de energia solar fotovoltaica e passou a funcionar como “motor de barateamento” desse tipo de energia.

A redução do ICMS no estado de São Paulo também é um ótimo incentivo, pois ajuda a baratear os custos dos equipamentos e fazem com que eles sejam mais bem aceitos no mercado. Aos poucos, é possível considerar um maior investimento no setor de energia solar para obter resultados a longo prazo.

VALOR DO INVESTIMENTO

O investimento em equipamentos de energia solar sai em torno de R$ 20 mil, porém, em apenas 7 anos, o custo pago na instalação deve ser amortizado. Já o investimento médio para uma casa onde residam quatro pessoas, por exemplo, gira em torno de R$ 7 mil em equipamento, instalação e baixa manutenção. Em uma instalação do porte de 5,0 Kwp, o custo total de projeto, equipamento, instalação e contrato com a concessionária local é de aproximadamente R$ 60.000.

Porém, não existem desvantagens nesse tipo de investimento, apenas a necessidade de inspeções preventivas e conservação. A sustentabilidade é a principal e maior vantagem. Se você procura os serviços de uma empresa confiável e que ofereça ajuda de qualidade para instalação de painéis solares, faça uma simulação em nosso site

Conheça o maior estacionamento solar do brasil

Conheça o maior estacionamento solar do brasil

Além dos telhados de casas e empresas, outras opções para captar energia solar estão sendo viabilizadas no Brasil: os estacionamentos solares. Na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), já foi inaugurado o maior estacionamento solar do país.

O espaço contém 651,64 m² e oferece capacidade para 65 carros, com 414 painéis solares fotovoltaicos, capazes de gerar até 140 mil kWh por ano. Esse tipo de iniciativa traz benefícios ambientais (70 toneladas de CO2 deixarão de ser emitidas por ano na atmosfera) e ainda é suficiente para abastecer até 70 lares, com consumo médio de 167 kWh por mês. Ou seja: só existem vantagens nesse tipo de investimento.

A energia captada pelo estacionamento da UFRJ será distribuída para a universidade e a energia produzida será descontada nas faturas da conta de luz do campus. Além de reduzir os gastos com energia, ela será limpa e renovável.

O projeto foi desenvolvido pelo Fundo Verde de Desenvolvimento e Energia para a Cidade Universitária da UFRJ, que utilizou o ICMS cobrado na conta de luz da universidade para incentivar projetos que visam a sustentabilidade.

Utilizar diferentes espaços para captar a energia solar é imprescindível: a economia é enorme e o meio ambiente agradece!

Os painéis solares são excelentes investimentos – além de fornecerem energia limpa, ainda ajudam você a economizar cada vez mais na conta de luz. Mas lembre-se de procurar a ajuda de uma empresa confiável e que entenda do assunto, como a Sistel Engenharia, para tirar todas as suas dúvidas sobre geração de energia solar.

SP isenta ICMS para produção de energia renovável

SP isenta ICMS para produção de energia renovável

Uma boa notícia para o estado de São Paulo: segundo o site da Secretaria de Energia do Estado de São Paulo o decreto nº 61.439/2015 concede isenção de ICMS sobre a energia elétrica fornecida para microgeradores e minigeradores na quantidade correspondente à energia elétrica injetada na rede de distribuição. Também vai conceder isenção fiscal para fabricação de equipamentos para eletricidade renovável (solar e eólica).

Um dos motivos desta mudança foram os prolongados períodos de seca pelo qual várias cidades paulistas passaram nos últimos tempos. Ainda de acordo com o Governo, a medida pode servir como exemplo ao restante do país, já que o Brasil passa por um momento de recessão e as novas fontes de energia podem ajudar na criação de novos empregos.

O secretário de Energia João Carlos Meirelles, afirmou que, além de gerar novos empregos, a nova medida ajuda o meio ambiente. Utilizando painéis solares, há redução nos gastos de energia, é uma fonte de energia limpa e não há necessidade de água como fonte essencial.

O decreto que isenta o ICMS é um incentivo excelente, pois ajuda a baratear os custos dos equipamentos e fazem com que eles sejam mais bem aceitos no mercado. Ou seja: se você mora no estado de São Paulo, é a melhor hora de investir em fontes alternativas de energia.

Entre as vantagens da energia solar, estão:

  • Os painéis solares são instalados nos telhados, ou seja, não ocupa espaço desnecessário;
  • A energia solar é limpa, não emite poluentes;
  • Os painéis solares estão cada vez mais potentes e seu preço abaixa cada vez mais, o que pode ser um ótimo investimento para sua casa ou empresa;
  • Os equipamentos que captam a energia solar são silenciosos, têm alta duração e não necessitam de manutenção com tanta frequência.

A Sistel Engenharia pode ajudar você a economizar energia na sua casa ou empresa. Entre em contato conosco e saiba mais sobre fontes alternativas de energia e sustentabilidade!

Como cuidar das instalações elétricas de um prédio

Como cuidar das instalações elétricas de um prédio

A maioria das casas, condomínios, escritórios ou prédios consomem uma quantidade alta de energia e precisam estar sempre em dia com a instalação elétrica. Afinal, nenhum acabamento ou instalação dura para sempre: é necessário passar por uma reforma pelo menos a cada 5 anos, para verificar se está tudo em ordem.

Alguns problemas causados pela falta de manutenção são desperdício de energia, queda, chances altas de choques e até mesmo danos nos equipamentos.

COMO FAZER A MANUTENÇÃO?

Em primeiro lugar, é necessário contratar uma empresa especializada no ramo de instalações elétricas, com profissionais experientes e que possam fazer a manutenção por um preço justo.

Quando o prédio é novo, o tempo para realizar uma reforma ou manutenção aumenta de 5 para 10 anos. Lembrando que os procedimentos devem estar dentro dos padrões da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

SEGURANÇA PARA A EQUIPE

Quando for necessário checar um quadro elétrico que necessita de desmontagem, a equipe de profissionais contratados deve tomar bastante cuidado com as emendas em fios e condutores de apoio.

Qualquer quadro aparentando condições precárias de manutenção deve ser considerado como um grande perigo por conta da exposição de partes vivas ao contato direto do quadro ou do profissional. Portanto, é essencial que a empresa contratada ofereça todas as condições de segurança para os trabalhadores. Para garantir esse alto nível, procure empresas que oferecem produtos reconhecidos.

Portanto, se você está interessado em verificar as condições elétricas da sua casa ou edifício, entre em contato com a Sistel Engenharia. Nós podemos te ajudar com reformas, manutenção e evitar problemas como acidentes, queda de energia ou desperdício.

Open chat
1
Olá tudo bem ?
A Sistel Engenharia esta preparada para auxiliar você em seus projetos.
Como podemos Ajuda-lo(a) ?