PERSPECTIVA PARA A ENERGIA FOTOVOLTAICA

ENERGIA SOLAR: SAIBA O TEMPO PARA TER O RETORNO DO INVESTIMENTO
18/10/2016
ENERGIA FOTOVOLTAICA: QUAIS AS VANTAGENS?
21/10/2016

Energia Fotovoltaica há 10 anos era completamente diferente do que é hoje no Brasil. A cada dia, torna-se mais viável a utilização de painéis solares e os sistemas caros do passado, que eram dedicados somente a áreas remotas, estão cada vez mais baratos e viáveis.

Mesmo para as aplicações off-grid, o mercado era muito escasso e os clientes limitavam-se às indústrias, como as plataformas de petróleo e as empresas de telecomunicação. Hoje, já é possível encontrar painéis solares distribuídos por muitas residências, prédios e empresas, e seu custo vem diminuindo com o passar dos anos.

A principal mudança foi em 2012, com a RN 482, que permitiu aos consumidores gerarem a própria energia. Sendo assim, esses fatores levantam a questão:

 como deverá estar a energia fotovoltaica nos próximos 10 anos?

Espera-se um crescimento no setor, já que o Brasil não explorou este mercado com afinco. No resto do mundo, o aumento do uso da energia solar vem acontecendo a um ritmo de até 50% ao ano e espera-se que nosso país, aos poucos, entre nesse ritmo de crescimento.

Mas o maior desafio de todos é o financiamento, já que a energia solar precisa de um investimento alto logo no início e seu retorno é em longo prazo, podendo demorar até 30 anos para os resultados começarem a aparecer. Uma solução seria reduzir a taxa de juros no Brasil; Outra seria que o governo adotasse mudanças que facilitam o uso deste tipo de energia.

De acordo com o Fabio Lopes, engenheiro elétrico e proprietário da Sistel uma das maiores empresas de energia fotovoltaica do Brasil, não existe desvantagens no investimento em energia solar, apenas a necessidade de inspeções preventivas e conservação. A sustentabilidade é a principal e maior vantagem. Aos poucos, o Brasil deve caminhar para esse tipo de energia, que cresce bastante a cada ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *